chocolate sem espinhas

Chocolate e espinhas: como aproveitar a Páscoa sem descuidar da pele?

Para os fãs de chocolate, a Páscoa pode ser um sonho, mas depois pode se tornar um pesadelo por causa das consequências do consumo em excesso do doce queridinho da data. Entre as consequências mais comuns estão o aumento de peso e também o aparecimento de espinhas.

“O consumo de alimentos ricos em leite contribui para o agravamento do quadro de acne. Para o aumento de peso, mesmo os chocolates considerados saudáveis podem ser os vilões, se consumidos em excesso. É preciso fazer escolhas melhores e consumir com moderação”, comenta Melissa Santos, nutricionista da Clínica da Pele Annia Cordeiro, centro multidisciplinar de dermatologia e estética em Curitiba.

Escolhas melhores

Quais seriam as escolhas melhores? A nutricionista explica que não precisamos eliminar o chocolate de nossas vidas, mas escolher opções mais saudáveis – e elas existem.

“Chocolates com baixo teor de açúcar e leite e altos níveis de cacau (a partir de 70%) podem ser inseridos na alimentação”, comenta.

Se comidos com moderação, os chocolates saudáveis são inclusive benéficos para a saúde. “O cacau é um poderoso antioxidante, tem ação termogênica e previne muitas doenças. Se consumido em pequenas porções, só irá trazer benefícios”, explica.

Moderação

Segundo a nutricionista, o consumo de 15g por dia de chocolate amargo (a partir de 70% de cacau) é uma boa medida que não trará riscos para a saúde – pelo contrário.

Para quem não gosta, vale lembrar. Paladar é uma questão de hábito. Ele pode ser treinado para se acostumar com novos sabores: inclusive o chocolate com menos açúcar.

Contato

A Clínica da Pele Annia Cordeiro é um centro de dermatologia em Curitiba, referência nas técnicas mais modernas de tratamento e cuidados com a pele, entre elas o MD Codes (técnica de sustentação facial para rejuvenescimento) e o CoolSculpting (a criolipólise original e único equipamento autorizado nos EUA para congelamento de células de gordura).

Entre em contato pelo 41 3026-1790 ou pelo WhatsApp: 41 8866-5493.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *