dermatologista curitiba

Cuidados com a pele negra

A pele negra é rica em melanina, o que confere maior proteção contra o sol. Entretanto, isso não significa que não precisa de cuidados! “Pessoas com pele negra também devem usar filtro solar diariamente e em abundância, a diferença é que o FPS (fator de proteção) pode ser menor do que o usado por pessoas de pele mais clara. O FPS 15 é suficiente para uso diário e o 30 para uso na praia ou piscina”, explica a dermatologista Annia Cordeiro, diretora da Clínica da Pele Annia Cordeiro, centro de dermatologia em Curitiba.

Além de maior proteção contra os danos causados pelo sol, a pele negra tende a ser mais firme, sendo menos suscetível aos sinais do envelhecimento. Enquanto os pacientes de pele clara podem iniciar tratamentos antienvelhecimento aos 25, 30 anos; pessoas negras podem adiá-los até os 40.

Por outro lado, pessoas negras têm mais chance de sofrer com manchas de pele e também com a oleosidade. Tratamentos para combater a oleosidade podem ser indicados por um dermatologista. O especialista também irá explicar sobre os cuidados com tratamentos de pele. “É muito importante que tratamentos a laser, por exemplo, sejam feitos apenas por um especialista, pois pode causar manchas na pele negra.”

As manchas podem aparecer também de maneira natural, devido ao processo de hiperpigmentação que a pele negra sofre nos processos de cicatrização. A dermatologista Annia Cordeiro explica que é possível usar diversos tratamentos, inclusive ácidos, para tratar manchas. “Os ácidos também podem ser recomendados para tratar a acne e combater a oleosidade, sendo associados a um sabonete adequado.”

De maneira geral, é sempre importante lembrar de cuidados básicos indicados para pele oleosa, como uso de hidratantes e filtro solar oil-free, além da visita anual ao dermatologista para avaliação e atualização de tratamentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *