dermatologista curitiba

Por trás dos furinhos indesejáveis: conheça a verdade sobre a celulite

Estima-se que 80% das mulheres sofram com celulite. “O sedentarismo, maus hábitos alimentares, má circulação, alterações hormonais e até mesmo a genética são alguns dos fatores que desencadeiam a celulite”, explica Annia Cordeiro, diretora da Clínica da Pele Annia Cordeiro, centro de dermatologia em Curitiba.

A celulite é uma alteração no tecido celular subcutâneo, gordura localizada abaixo da pele. Lá se encontram os septos fibrosos, uma espécie de divisão ou trava que liga a pele aos tecidos mais profundos. Para manter a ligação, esses septos “puxam” a pele para dentro de uma forma imperceptível. Quando há retenção de líquido ou aumento da gordura, essa área aumenta de volume e as alterações ficam mais visíveis, mostrando os furinhos ou depressões na pele, característicos da celulite.

Para saber como tratar e prevenir, é fundamental conhecer o que é a as causas do problema, por isso, a dermatologista Annia Cordeiro esclarece algumas das dúvidas mais comuns sobre a temível celulite.

É possível acabar com a celulite? Por se tratar de um problema causado por alterações hormonais, maus hábitos alimentares e flacidez, o quadro de celulite pode ser amenizado com uma dieta saudável, prática de exercícios físicos e tratamentos estéticos.

A celulite está ligada ao fator genético? Sim. Em algumas pacientes a predisposição genética leva ao aparecimento das irregularidades na pele. Por isso, é importante que essas pessoas adotem hábitos saudáveis para combater o problema desde cedo.

Roupas apertadas são um agravante? Sim. A pressão provocada pelo uso de roupas apertadas diminui a circulação de sangue na área, prejudicando o metabolismo. Com isso, há um acúmulo de líquido na região.

O colágeno ajuda no combate a celulite? Sim. A indicação é estimular a produção de colágeno por meio da alimentação e de tratamentos estéticos.

Alguns alimentos pioram a celulite? Sim. Uma alimentação rica em açúcar, doces, farinhas e frituras contribui para o processo inflamatório do tecido, piorando o quadro. O consumo excessivo de sal e a baixa ingestão de água elevam a retenção hídrica trazendo as ondulações na pele.

Refrigerante dá celulite? O problema do refrigerante não está no gás, mas no açúcar. Mesmo as versões sem açúcar contêm adoçantes nocivos, muitas vezes a base de sódio, agravando a retenção líquida.

As pílulas e cremes anticelulite funcionam? Sim, mas não fazem milagres sozinhos. Alguns ativos encontrados nos cremes têm o poder de hidratar a pele, o que suaviza o aspecto da celulite, além disso, estimulam a circulação. Já as pílulas, na forma de fitoterápicos, antioxidantes e fitoquímicos, previnem e tratam o problema.

Quais são os tratamentos estéticos que combatem o problema? Hoje, na Clínica da Pele Annia Cordeiro, há quatro tratamentos específicos: Heccus, que utiliza ultrassom e corrente, e as massagens Dreno Detox, modeladora e drenagem linfática. Cada uma, de uma forma, ajuda na diminuição da gordura localizada, circulação sanguínea e retenção hídrica.

No caso do Heccus, o equipamento libera estímulos elétricos para ativação do sistema linfático. “As aplicações estimulam o metabolismo local, promovendo a quebra da célula de gordura e resultando na diminuição da celulite, melhoria da textura da pele e melhor definição da musculatura. O tratamento não é invasivo nem causa efeitos colaterais indesejáveis”, explica Dra. Annia.

Marque sua avaliação na Clínica da Pele, centro de dermatologia em Curitiba, pelo (41) 3026-1790 ou pelo agenda@annia.med.br.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *