dermatologista curitiba

Quais cuidados devemos ter com as pintas no corpo?

As pintas de pele são conhecidas cientificamente como nevos melanocíticos. Elas são lesões de pele pigmentadas que podem surgir em qualquer fase da vida e ter cores, formas e tamanhos diferentes, ou mesmo apresentar pelos.

“Elas aparecem em qualquer parte do corpo humano seja pela falta de proteção solar ou por fatores genéticos. Pessoas de pele muito clara ou aquelas que têm antecedente familiar de câncer de pele são mais propensas ao aparecimento”, explica a dermatologista Annia Cordeiro.

Quando estão em locais de fácil acesso, as pintar podem ser retiradas, se for necessário. “Algumas podem se transformar em câncer de pele (melanomas), mas se detectado precocemente as chances de cura são maiores. Porém é necessário destinar atenção especial a todas elas”, destaca.

Muitas pessoas optam por métodos rápidos e caseiros de remoção da pintas, porém essa prática pode gerar danos e é contraindicada. Por isso, exames dermatológicos devem ser feitos por especialistas anualmente para que se possa acompanhar o aparecimento e desenvolvimento das lesões.

O ABC das pintas
Você já ouviu falar do ACBD dos nevos? É uma maneira simples de se observar as pintas. As letras significam: A de assimetria, B de bordos, C de cor e D de dimensão. “Lesões assimétricas, com bordos irregulares que apresentam tamanho grande podem ser malignas. Se houver alteração na dimensão, formato ou cor da pinta, o dermatologista deve ser procurado”, explica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *