dermatologista curitiba

Você tem certeza que conhece a sua pele?

É senso comum: para cuidar da saúde e da beleza é fundamental conhecer o tipo de pele que cada um tem. Sabonetes, produtos de tonificação e até protetores solares devem ser comprados sob essa orientação, de respeitar a especificidade de cada indivíduo. Porém, poucos se atentam para as mudanças que a pele pode sofrer e acabam utilizando tratamentos e produtos que já não são mais indicados na fase em que vivem

“Pessoas com pele oleosa, por exemplo, podem ficar com a pele seca por inúmeros fatores. Quando isso acontece, os tratamentos que o paciente realizava para diminuir a oleosidade não são mais indicados e, se continuarem sendo utilizados, podem ressecar ainda mais a pele”, explica a dermatologista Annia Cordeiro.

O oposto também é verdadeiro. Muitos pacientes com pele ressecada podem acabar desenvolvendo naturalmente oleosidade excessiva na pele, que piora quando continuam usando os produtos específicos para pele seca. “Por isso que o acompanhamento periódico com o especialista é tão importante, pois estamos sempre mudando o tipo da nossa pele, bem como as necessidades de cuidados”, ressalta Dra. Annia.

A dermatologista explica que essa mudança depende de diversos fatores e pode acontecer sem que o indivíduo perceba. “O clima, a água quente, o ar-condicionado do escritório. Todos isso é somado e acaba promovendo essa mudança, que apesar de gradual, é rápida e pode passar despercebida”, aponta.

Por isso, mesmo que não esteja realizando nenhum tratamento, deve-se visitar o dermatologista pelo menos uma vez ao ano, para fazer uma nova avaliação e uma revisão dos produtos que estão sendo usados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *